sexta-feira, 20 de maio de 2011

Preciso escrever deste dia,

O dia que tudo que eu queria, era estar feliz, e eu estava!
Era perfeito o fim de tarde em casa, um banzo, um cigarrinho e um chá gelado, acabara de chegar pela Dutra fugindo da fumaça, do transito, dos ruídos de são Paulo.
Minha casa, janelas abertas e o cheiro da tarde fria de outono entrando pela janela, dá vontade de ser poeta e saber contar, contar da lua cheia se despedindo,
Do vento frio batendo no rosto quente fatigado de quilometros de estrada,
Da música suave se misturando aos sons do silêncio,
Tudo perfeito e ainda nem terminou. E Promete.

4 comentários:

  1. {também gosto rs rs rs]
    Aqui pelo visto não fica muito diferente do cores, né?
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Chegar em casa é muito bom. É nosso porto seguro.

    Bom final de semana.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  3. Olá! Como vai?

    Queria agradecer a visita ao amordepapelão e as palavras carinhosas no comentário! Valeu mesmo! :)

    Poxa, hoje foi dia de eu "rever" sao josé dos campos.. gosto muito da sua cidade. Namorei uma moça daí e adorava visitar. Saudades em particular do bar O Coronel, mas ainda do que da moça.. rsssss

    Beijinhos.

    Ivan.

    ResponderExcluir
  4. mais ainda eu quis dizer.. rs

    ResponderExcluir