domingo, 30 de março de 2014

golpe militar passados cinquenta anos

 Com dez anos via minha mãe agoniada com o exercito fazendo guarda no prédio onde morávamos em cima de um centro telefônico, as comunicações estavam sendo monitoradas e minha mãe nervosa deixou queimar uma tábua de passar roupa, só com o ouvido ligado na rádio que informava o golpe militar, ou como se dizia cuidado dos militares para manter a liberdade do povo brasileiro contra os comunistas.
 Os anos se passaram muitos se foram muito se sofreu para reconquistar a liberdade usurpada pela direita brasileira e americana. As marcas e consequências são enormes.
 Cinquenta anos são passados e jovens se deixam manobrar pelas mesmas forças políticas e acham que estão fazendo o grande movimento libertário do povo.
 Minha mãe não passa mais roupa, mas continuam vivos em sua memoria os dias difíceis de um Brasil sem liberdade sem justiça social sem dignidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário