quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Não apresse o rio: ele corre sozinho 2.

Silêncio
Nada se reproduz
Aguardar o novo chegar
Silencio
Vazio
Nada se produz
Serro os olhos e nada, continua o vazio.
As pessoas se comunicam para acabar com o velho.
E o silêncio espera o novo chegar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário