quinta-feira, 7 de abril de 2011

Violência

Mistério do divino, de deus, deusas eu não sei.
Sei que uns ganham mais tempo para viver.
Recomeçar, reconstruir, conviver, amar, provar que aprenderam a viver e se cuidar e cuidar dos outros melhor.
Sei que hoje meu coração chora de tristeza pela violência da vida.
O que me machuca não é a morte.
Acredito que nosso espírito esta em constante luta pela evolução e a morte é a oportunidade de recomeçar ou atingirmos a plenitude junto ao divino. Hoje uma notícia muito me alegra pelo crescimento espiritual que toda uma família atingiu até este momento, com a recuperação da filha e irmã querida de uma doença gravíssima. Também operação bem sucedida e vida do menino com transplante de coração artificial.
Daí a vocês não entenderem meu escrito eu explico: "hoje no Rio de Janeiro mais precisamente na escola municipal do bairro de Realengo um "homem" pelo que sei um "homem jovem" entrou e atirou em mais de 15 crianças". Violência pura e sem razão. Chorei de dor pela forma como está sendo vivida a vida. Por isso reafirmo o que mais me agride é a vida, a morte é possibilidade. Por tudo isso hoje eu não consigo festejar pelas pessoas que conseguiram sobrevida. Amanhã comerei o bolo e rezarei pela saúde e vida da Inês, da Maria, do João e de tantos outros. Hoje não.




2 comentários:

  1. SOLIDÁRIO COM POST E POSTURA TUA!

    ABALOU A TODOS NÓS,ESSA CHACINA DOS NOSSOS ANJOS BRASILEIRINHOS,ABRAÇOS

    VIVA LA VIE

    ResponderExcluir
  2. SIM TRISTEZA CONTUNDENTE,MEXEU COM MENTE MINHA,ROTEIRISTA TELEVISIVO E CINEMATOGRÁFICO,A CRIATIVIDADE APAGOU-SE DE MENTE E CORAÇÃO MEU,SNIF

    VIVA LA VIE

    ResponderExcluir