sábado, 13 de agosto de 2011

noite



Às vezes a noite é tão sozinha.
O silêncio não acaba.

Por vezes um barulho distante feliz divertindo aparece para desaparecer em instantes, sem interferir no silêncio da noite.

 É o silêncio da noite.

Às vezes a noite é tão amparada.
O ruído acaba.
O silêncio acaba.
A noite não acaba.
Silêncio
Ruído
Noite

Nenhum comentário:

Postar um comentário